Como seres humanos somos sociáveis; nascemos e vivemos rodeados de pessoas.

Mas, nem todo mundo tem a habilidade de manter relações saudáveis.

Aprender a relacionar-se de forma positiva pode ser o grande diferencial das pessoas que encontram a paz, a felicidade e o crescimento em suas vidas.

Para construir a base dos relacionamentos saudáveis, fazer um trabalho que autoconhecimento é muito importante.

Conhecer e respeitar missão, valores, visão, crenças, pontos fortes e fracos é a chave para entendermos que todos somos diferentes e que o respeito às diferenças fortalecerá as relações inter e intrapessoais.

Algumas regras para construção de relacionamentos saudáveis baseiam-se na empatia, assertividade, cordialidade, não julgamento, humildade, inteligência emocional e resiliência.

Empatia- saber colocar-se no lugar do outro.

Assertividade- colocar-se, expressar sentimentos e idéias sem ferir ou prejudicar.

Cordialidade- tratar a todos com gentileza e educação.

Não julgamento- respeitar as diferenças e evitar pré- conceitos.

Humildade- saber pedir desculpas, desculpar, ter modéstia e simplicidade.

Inteligência emocional- aprender a reconhecer e lidar com os próprios sentimentos.

Resiliência- aprender a atravessar as adversidade, buscar soluções e aprendizados.

No ambiente de trabalho, para cultivarmos um clima agradável e favorável ao desenvolvimento e crescimento profissional, precisamos estabelecer algumas regras de boa convivência: respeitar opiniões, visões, idéias, gostos, expectativas, admirar as pessoas, cuidar, não fofocar, cooperar, compartilhar, confiar e ser confiável.

Quando não respeitamos normas e regras de boa convivência existe muita chance de haver conflitos, tensão, desrespeito e isso deteriora relacionamentos, dificulta o desenvolvimento das tarefas e prejudica o clima e o ambiente de trabalho e/ou social.

Como está a qualidade dos seus relacionamentos?