Perdão

“Quer ser feliz por um instante? Vingue-se! Quer ser feliz para sempre? Perdoe.”

Estamos em processo de crescimento e evolução e, por isso, ainda, cometemos muitos erros.

Alguns desses erros podem machucar, ferir, magoar e decepcionar pessoas, inclusive, que amamos e, até, a nós mesmos.

E, quando fazemos mal a alguém, ou alguém nos faz mal, aparecem sentimentos negativos como: raiva, ódio, desconfiança etc e, desses mal sentimentos, nasce o ressentimento, que é a repetição da dor; é o sentir, novamente, o que não foi bom e, com isso, cria-se um ciclo vicioso de maus pensamentos e sentimentos.

Desse ciclo, vários problemas de saúde podem aparecer tipo: insônia, estresse, dor de cabeça, depressão, irritabilidade entre outros.

Libertar-se dos sentimentos negativos é a garantia de cura para essas enfermidades e o PERDÃO é o melhor remédio.

Perdoar é indispensável para quem quer ter saúde de corpo e alma.

“Se deixarmos a mágoa entrar pela porta da frente, a felicidade sairá pela porta dos fundos.”

Mas, perdoar é para pessoas humildes e, ao mesmo tempo, fortes.

Perdoar não significa esquecer, nem negar o ocorrido. Perdoar é uma pré- disposição para o crescimento pessoal e espiritual, pela prática da compreensão, boa vontade, fé e compaixão.

Pedir perdão e/ou perdoar é fundamental para quem quer viver bem, ser feliz e redimir-se do erro cometido.

O perdão nasce no coração e é tão genuíno que não fere o amor-próprio. Ele é uma prova de sabedoria e gera paz, harmonia e bem-estar.

O maravilhoso do perdão é que ele é libertador! Podemos pedir perdão e perdoar até por acontecimentos e pessoas do passado, inclusive, que já morreram.

A grande questão é: como confiar de novo em uma pessoa que me fez mal ou me prejudicou? Observando seus atos e perguntando para o seu coração.

Todos somos passíveis de erros e de sinceros arrependimentos.

 

Lenora de Oliveira Santos

 

 

 

Contato

Av. das Hortênsias, 2676, loja 6, Ed. Vale do Quilombo, Centro, Gramado, RS

Visualizar no Waze